Rubro-negros mostram confiança após derrota para o Independiente: "É muito reversível esse placar"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 732

Pin
Fabricio Bustos (d) de Independiente disputa un balón con Lucas Paqueta (i) de Flamengo hoy, miércoles 6 de diciembre de 2017, en el partido de ida de la final de la Copa Sudamericana entre Independiente de Argentina y Flamengo de Brasi, en el estadio Libertadores de América en Avellaneda, Buenos Aires. EFE

Rubro-negros mostram confiança após derrota para o Independiente: "É muito reversível esse placar"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 732

Jogadores do Fla acreditam que argentinos irão sentir pressão no Maracanã, o que pode ajudar para a virada

O Flamengo perdeu o jogo de ida da final da Copa Sul-Americana de virada para o Independiente: 2 a 1, na noite desta quarta-feira (6), mas os jogadores do Rubro-Negro saíram de campo confiantes de que é possível reverter o placar na próxima semana e ficar com a taça.

"Tínhamos o jogo na mão, deixamos eles vir para cima. Mas a gente reagiu. Acho que no final fizemos um grande jogo, no segundo tempo melhor e esperamos no Rio reverter esse resultado", afirmou Cuéllar em entrevista ao Fox Sports.

Já o zagueiro Juan preferiu ver com otimismo o placar da derrota. "Perdemos, mas perdemos no placar mínimo. Agora vamos jogar em casa, com o apoio da nossa torcida. O que nós sofremos aqui eles vão sofrer lá. Temos condições de reverter", disse.

O defensor Rubro-Negro explicou ainda o motivo de o Flamengo ter recuado no jogo. "(Recuar) é do jogo. Acho que foi um jogo difícil, um campo difícil. O Independiente tem um bom time, que joga junto há algum tempo, bom toque de bola. Mas está aberto ainda, vamos decidir em casa".

 

O meia Willian Arão também mostrou confiança para o jogo da volta na próxima semana, no Maracanã. "É muito reversível esse placar. No final, a gente mostrou que consegue jogar. Obviamente a gente está fora de casa, eles nos empurraram para trás. Mas a gente teve uns contra-ataques que não aproveitou. E agora a gente espera que a torcida nos empurre do início ao fim, a gente vai jogar para a frente e vamos atrás do resultado para sair com o título", explicou.

"Espero que o Independiente também sinta pressão no Maracanã. Se depender de nós, vamos marcar em cima, jogar para a frente. Agora, com certeza a torcida vai fazer a parte dela e nós dentro de campo também. Então, vamos atacar, pressionar pra que a gente possa reverter isso", completou.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 9,361 RANK 1
LEITURAS 22M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook