Özil manda recado para ídolos que estão criticando o Arsenal: “Parem de falar e comecem a apoiar”

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,691

Pin
Özil voltou a falar nas redes sociais. Goal

Özil manda recado para ídolos que estão criticando o Arsenal: “Parem de falar e comecem a apoiar”

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,691

O meia alemão desabafou nas redes sociais sobre o momento do clube, e deixou em aberto a sua situação para a próxima temporada.

Além do Barcelona, se teve um grande clube europeu em crise durante o mercado de transferências da Europa foi o Arsenal. Os 'gunners' contrataram somente dois jogadores, e estiveram muito perto de perder o atacante Alexis Sánchez [artilheiro do time na última temporada] para o Manchester City.

Na realidade, o acordo só não foi concretizado porque o atacante Thomas Lemar se recusou a trocar o Monaco pelo clube londrino. Desta forma, Alexis, que já não escondia a vontade de deixar o Emirates Stadium, ficou furioso com o seu destino final.

A equipe comandada por Arséne Wenger também vem sendo o principal alvo de críticas dentro da imprensa britânica. Comentaristas e ex-jogadores do clube, como Ian Wright, não escondem o descontentamento com os rumos tomados pelo clube, e jogadores como Alexis e Özil não escapam das reclamações.

Por isso, Ozil escreveu um longo recado na sua conta de Instagram. Com várias imagens suas no Arsenal, o meia alemão enviou um recado para os ex-jogadores: ‘menos corneta e mais torcida’ foi o tom da mensagem.

“Nos últimos dias, meus companheiros [de seleção alemã] me perguntaram sobre como estão as coisas no Arsenal, neste momento. Eles dizem que estão lendo, diariamente, sobre a atual crise através da imprensa, com ex-jogadores e comentaristas comentando todos os dias. Eles dizem que este pode ser o pior time dos últimos anos, até mesmo das últimas décadas”.

“Há quatro anos, eu me transferi no último momento do Real Madrid para o Arsenal. Arséne Wenger me convenceu. Ele me falou sobre a grande história deste clube, sobre lendas vivas como Bergkamp, Vieira e Pires, que creditaram grande parte de seu sucesso ao treinador”.

“Pessoalmente, eu tive que aceitar muitas críticas sobre o meu tempo em Londres. ‘Muito caro, muito ganancioso, comportamento de bad boy e falta de luta’. Foi isso que as pessoas disseram sobre mim... Embora as críticas sejam algo que todos os jogadores de futebol precisam lidar, mesmo assim eu sempre esperei que lendas se comportassem como lendas. O meu conselho para esses ex-'gunners' é: parem de falar e comecem a apoiar”.

“Ainda que eu, pessoalmente, não saiba como a minha carreira vai seguir depois deste ano [o último de seu contrato com o clube], espero ansiosamente pela minha quinta temporada com o Arsenal... Sou grato em poder vestir a sua camisa”.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 8,865 RANK 1
LEITURAS 20M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook