O incrível 11 com que o Ajax poderia alinhar hoje em dia

Pin
Um dos maiores nomes a passar pelo Ajax: Luis Suárez. EFE

O incrível 11 com que o Ajax poderia alinhar hoje em dia

O Ajax de Amesterdão é uma das equipes com amis história na Europa, tendo ainda lançado inúmeros nomes de relevo para os maiores palcos do 'Velho Continente' ao longo deste século. E se os maiores desses nomes jogassem agora no clube? Bem , daria qualquer coisa como este 11 que a BeSoccer vos apresenta.

Goleiro: Jasper Cillessen (Barcelona)

É o titular da Seleção da Holanda e defendeu as redes do Ajax em 143 ocasiões. Saiu há apenas uma temporada e pouco, portanto a memória de o ver com a camisa do Ajax ainda está 'fresca'.

Lateral direito: Gregory van der Wiel (Cagliari)

O lateral está numa fase de declínio como não se previa que viesse a ter quando apareceu, a grande nível, na primeira equipe de Ajax e da Seleção holandesa. Ainda assim, as suas temporadas no 'endinheirado' PSG são prova da sua qualidade, que já não é vista em Amesterdão desde 2012.

Zagueiro (pela direita): Toby Alderweireld (Tottenham)

Desde muito novo (como é hábito por aqueles lados) o belga ganhou um lugar no 11 do Ajax. Chamou a atenção do Atlético Madrid, que o foi buscar em 2012. Mas foi em Inglaterra que encontrou o seu espaço de afirmação, e por estes dias é um dos 'pilares' do Tottenham de Pocchettino.

Zagueiro (pela esquerda): Jan Vertonghen (Tottenham)

Ora, e ao lado de Alderweireld nos 'spurs' joga outro zagueiro belga que também despontou no Ajax. Vertonghen deixou Amesterdão direto a Londres, em 2012, e aí se afirmou como um dos melhores da Europa.

Lateral esquerdo: Daley Blind (Manchester United)

Filho do antigo internacional, Danny Blind, Daley cresceu para o futebol nas escolas do Ajax, onde se destacou na primeira equipe (não só) pela sua polivalência. Uma característica que desde 2014 emprega ao serviço do Manchester United.

Volante: Nigel de Jong (Galatasaray)

O holandês é dos que mais anos leva sem vestir a camisa do Ajax, dos presentes nesta lista. Já foi em janeiro de 2006 a sua última aparição pelo time holandês. Saiu para o Hamburgo, da Alemanha, antes de ganhar notoriedade no Man. City. Está no Galatasaray, mas não foi inscrito em nenhuma competição.

Interior direito: Christian Eriksen (Tottenham)

Outro que é o Tottenham que vai aproveitando. Este é craque. Apontado ao estrelato desde muito novo (havia quem já falasse nele quando tinha apenas 15 anos), não vai desiludindo, tendo brilhado pelo Ajax até ao verão de 2013, quando saiu para Londres..

Meia-atacante: Davy Klaassen (Everton)

O jogador desta lista que há menos tempo deixou o Ajax. Ainda na última temporada liderou (era capitão) a equipe de Amesterdão à final da Liga Europa. Agora, joga no Everton, onde não está a ter um inícil fácil.

Interior esquerdo: Wesley Sneijder (Nice)

Dos nomes mais facilmente reconhecidos nesta lista. O criativo marcou uma geração (apesar de ainda jogar) no futebol 'Laranja', tendo feito este verão 10 anos que trocou o Ajax pelo Real Madrid. Não foi feliz em Espanha, mas conquistou a Europa, depois, no Inter de Milão, com José Mourinho. Joga agora no Nice, depois de algumas temporadas no Galatasaray.

Atacante: Luis Suárez (Barcelona)

O uruguaio é daqueles estranhos casos em que houve outro clube holandês que o descobriu primeiro, tendo chegado à Europa pelas portas do FC Groningen. Mas a desatenção do Ajax demorou só uma época a ser corrigida, e Suárez marcou uma era no clube, antes de sair em janeiro de 2011 para o Liverpool. Também ali se fez ídolo, tal como também já o é em Barcelona, onde está desde o verão de 2014.

Atacante: Zlatan Ibrahimovic (Manchester United)

'Ibracadabra chegou em 2001, vindo do Malmö (Suécia) e foi o início de uma extraordinária carreira ao mais alto nível, que ainda segue. Aliás, este Ibrahimovic daria muito jeito ao Ajax, já que o sueco parece cada vez melhor com a idade - leva 36 anos.

Reservas: Stekelenburg, Huntelaar, Van der Vaart, Babel, Bojan...

Muitos grandes joagdores passaram, com destaque, pelo Ajax neste século. Klaas-Jan Huntelaar é um dos casos mais flagrantes, e regressou este verão à 'casa-mãe', algo curiosamente não mutio habitual nas estrelas que saem do clube holandês. Teremos aqui uma inversão de tendências?

João Sampaio

João Sampaio

noticias 3,636 RANK 3
LEITURAS 8M RANK 6
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook