We use "cookies" to personalize our content, tailor Ads, measure their performance, and provide you with a better, faster, safer experience. By using our services, you agree to our Cookie Policy. Mais info e configurações. Aceitar

Folclore, censura, zoeira e antiga parceria: o primeiro brilho de Sassá no Cruzeiro

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,344

Pin
O atacante tinha má fama no 'Bota' mas já brilha na 'Raposa'. Goal

Folclore, censura, zoeira e antiga parceria: o primeiro brilho de Sassá no Cruzeiro

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,344

Atacante marcou o primeiro gol pela 'Raposa' contra o Flamengo, decretando empate no Mineirão.

Sassá foi fundamental para o Cruzeiro pela primeira vez neste domingo (16). Saindo do banco de reservas, o atacante marcou o gol que decretou o empate em 1-1 com o Flamengo, no Mineirão, em um jogo difícil para a 'Raposa'. Um empate em casa nunca é motivo para muitas celebrações, mas a boa atuação celeste contra um dos melhores times do Brasil, o terceiro jogo sem derrota e a boa posição na tabela deixam o ambiente tranquilo e com paz para Mano Menezes e seus comandados trabalharem.

O que também pode ajudar, além do bom momento e da qualidade do elenco, é a alegria de Sassá. Importante no empate com o 'Mengão', o jogador é daqueles 'românticos' que ainda existem mesmo em uma era de mesmice no futebol, no qual os jogadores, em sua imensa maioria, possuem o mesmo discurso, evitam polêmicas e declarações que fogem ao comum e raramente saem do roteiro. O tal politicamente correto.

Sassá, no entanto, é muito descontraído, e se segurou para não fazer ainda mais. Contra o Flamengo, seu gol foi fruto de uma antiga parceria dos tempos de Botafogo, com Diogo Barbosa dando um belo passe para ele balançar as redes. Na comemoração, a famosa 'Sassarrada' no ar e camisa voando. Após o gol, a zoeira e a boa atuação contra o 'Rubro-Negro', ele já projeta a titularidade, visto que Rafael Sóbis, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, não enfrenta o Fluminense, e com isso, o atacante deve enfrentar mais um antigo rival dos tempos de Rio de Janeiro.

Falando em tempos nas terras cariocas, Sassá, inclusive, sofre com a censura. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (17), ele se controlou para evitar polêmicas ao ser questionado sobre as diferenças entre Jair Ventura, seu técnico no Botafogo, que o afastou duas vezes no primeiro semestre de 2017, e Mano Menezes, seu treinador no Cruzeiro.

"Não vou falar o que quero, se não vai dar trabalho. Tá doido! Trabalhei com o Jair desde a base do Botafogo. Aqui no Cruzeiro é outra história, o Mano tem muito mais bagagem. Vou aprender bastante e espero crescer aqui. Mas não é isso que quero falar, não", afirmou, em meio a risos.

Sassá, que inclusive provocou o Atlético Mineiro com um '6' em alusão ao 6-1 da 'Raposa' sobre o rival em 2011, quando chegou ao Cruzeiro, falou sobre a censura. "O futebol está chato. Eu sou a prova viva disso. A gente não pode postar nada em rede social, não pode brincar com time adversário. Estou até evitando de postar no Instagram, venho sendo bastante xingado. Eu gosto de brincar, futebol é alegria e brincadeira. Mas agora tem que ser politicamente correto", lamentou.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 6,731 RANK 1
LEITURAS 15M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook